logoCAFE_ACAO
logoCAFE_ACAO

Você Conhece os Seus Dons?

02/08/2018

Na semana passada, nós fizemos um encontro para falar sobre os nossos dons. Foi maravilhoso!
Tivemos a ideia de falar sobre esse tema depois que fizemos uma pesquisa na qual perguntamos às pessoas quais eram os seus dons e a maioria não soube responder.
Como assim?
Precisávamos falar sobre isso.
E o nosso encontro foi muito bom, renderam inúmeras reflexões e trocas muito produtivas.
Mas agora quero trazer esta reflexão para este momento.

Responda, por favor: Você conhece os seus dons?

Se você respondeu que sim, ótimo. Se você respondeu que não, não se aflija. Vamos explorar mais o assunto e até o final deste texto você encontrará alguns dons, tenho certeza.

Pronta para começar? Bora lá.

O QUE SÃO DONS?
Dons são dádivas, presentes que nascem com a gente. 
Tudo aquilo que fazemos com prazer e naturalidade.
Os dons não precisam ser perfeitos, eles podem ser aperfeiçoados.

COMO IDENTIFICAR UM DOM?
O que fazemos com prazer.
O que fazemos com naturalidade.
O que fazemos na infância.

Já demos algumas boas pistas, não?! 
Então dom é tudo que fazemos com talento ou não, pois os dons podem ser aperfeiçoados, mas é tudo que fazemos com facilidade e muito prazer. Também é natural identificarmos os dons quando lembramos do que gostávamos de fazer ou brincar na infância, essa é uma pista bacana para começar a explorar.

Os dons podem ser:
a) para o mundo: ao exercê-lo, afetamos o ambiente e as pessoas.
b) pessoal: que nos afetam.
c) mistos: afetam o ambiente e a nós mesmas.
d) de ordem prática: dançar, correr, organizar, cantar, pintar, entre outros.
e) sutis: acolher, empatizar, perceber sinais, intuir, entre outros.

Mas a pergunta que fica é: POR QUE É TÃO DIFÍCIL IDENTIFICAR OS NOSSOS DONS?

E essa é a pergunta mais importante de todas.

No encontro fizemos algumas conjecturas a respeito e uma delas é a de que com as muitas atividades do dia a dia, obrigações, compromissos e a correria dos tempos de hoje vamos ficando cada vez mais desconectadas das nossas questões internas, sejam elas relacionadas à nossa saúde ou a nossa alma.
Perdemos a importância para nós mesmas diante das inúmeras solicitações do mundo externo: trabalho, filhos, estudos, promoções, dietas, vida social, relacionamentos e por aí vai, a lista é longa. E essa desconexão com o nosso mundo interno, nos afasta da nossa essência. 
Ao corrermos atrás do ter, nos distanciamos do ser, e é justamente no ser a morada dos nossos dons.
Porém a alma sempre chama, uma hora ou outra, ela vem cobrar a nossa assinatura no mundo, seja de modo tranquilo ou com urgência dependendo da forma e do tempo de desconexão.

QUANDO NÃO EXERCEMOS OS NOSSOS DONS?
Não exercemos os nossos dons quando não nos sentimos livres. Em ambientes ou situações opressoras, em situações de violência moral ou física, quando somos tolhidas ou minadas mesmo que sutilmente.
E isso pode acontecer em todas as áreas da nossa vida e com agentes da ação externos ou internos. 
Vejamos alguns exemplos:
Quando nos submetemos a relações autoritárias seja no trabalho, na família ou nos relacionamentos.
Quando somos rígidas e opressoras com nós mesmas.

QUANDO EXERCEMOS OS NOSSOS DONS?
Quando temos a liberdade para agir com autonomia e autoconfiança.
Num ambiente físico ou psicológico seguro, conseguimos despertar os nossos dons através da criatividade.
Quando estamos inspiradas, a criatividade flui facilmente e nos permite acessar os nossos dons.

DESPERTAMOS NOSSOS DONS ATRAVÉS DA 
CRIATIVIDADE.
⬇️
A CRIATIVIDADE SURGE ATRAVÉS DA INSPIRAÇÃO.
⬇️
INSPIRAÇÃO = ESTAR CONECTADO COM O PROCESSO 
CRIATIVO
⬇️
PARA CONECTAR COM O PROCESSO CRIATIVO, 
PRECISAMOS NOS SENTIR LIVRES.

NOSSOS DONS FLORESCEM NA CRIATIVIDADE!

Uma vez que vimos que os dons florescem na criatividade e a criatividade só é possível com liberdade, eu te pergunto:

VOCÊ É LIVRE PARA EXERCER OS SEUS DONS?

ONDE VOCÊ NÃO É LIVRE O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA MUDAR ISSO?

Ao responder a primeira pergunta de forma positiva, você pode explorar estes momentos de criatividade para se conectar cada vez mais aos seus dons. Somos uma caixinha de surpresas, ao nos explorarmos descobrimos muitas coisas boas a nosso respeito e o mundo precisa disso. Quanto mais dons espalhamos pelo mundo, mais bonito o deixamos e quanto mais nos conectamos com os nossos dons, melhor vamos tornando a nossa vida e a das pessoas que afetamos. Vamos preenchendo a vida de significado, nos autorrealizando com amor e alegria.

Na segunda pergunta, se perceber que não se sente livre em alguma área da vida para vivenciar os seus dons, busque mudar essa realidade. 
Existem diversas técnicas e ferramentas para te ajudar, a consultoria é uma delas. Só não permita ter uma vida pobre de significado se você pode ter uma vida que valha muito a pena ser vivida. Uma vida que te faça brilhar os olhos e disparar o coração, que faça você sentir o sangue correr pelas veias e ter vontade de querer ser sempre a sua melhor versão, uma mulher de incontáveis talentos para distribuir pelo mundo e se fazer muito feliz.

Então mãos à obra e bora refletir sobre os seus dons.

Um beijo e um café!
Francine Sarmemto

Postado por cafe-e-acao


Aceita um CAFÉ?

Agende um horário e vamos conversar.

O primeiro café é gratuito.

Neste primeiro encontro vamos conversar um pouco para entender a sua necessidade e qual Consultoria é a mais indicada para o seu objetivo.

Depois deste primeiro encontro, definido o campo de atuação e as ferramentas e profissionais envolvidos, enviamos o  orçamento da Consultoria escolhida e após aprovação iniciamos o processo.

 Aguardo o seu contato.

Um beijo e um café!
Francine Sarmemto 

Av. Miruna, 1.569 -  Indianópolis - SP